quarta-feira, 23 de agosto de 2017

[Resenha] Híbrida (Neblina e Escuridão Vol.01) - Mari Scotti

Descontrolados,

          Hoje trago mais uma resenha da incrível autora parceira Mari Scotti! Já virei fã dela e de suas obras de fantasia sobrenatural. Falarei hoje do primeiro volume da Trilogia Neblina e Escuridão intitulado Híbrida.

SOBRE A OBRA: 


Título: Híbrida (Série Neblina e Escuridão Vol. 01)
Autor(a): Mari Scotti
Gênero: Fantasia/Literatura Nacional
Páginas: 360
Editora: Novo Século
Compre: Amazon e Novo Século
Sinopse:  Por toda a vida, Ellene teve a sensação de ser diferente de seus irmãos e dos moradores de sua vila, pois não adquiriu características de lobo, como era esperado. Com um espírito rebelde, resolve desvendar o passado em busca de sua verdadeira origem. O que não planejava era entrar no meio de uma rixa entre vampiros, a raça que aprendeu a temer e odiar desde menina. Para piorar, seus pesadelos voltaram: sonhos com um homem misterioso de olhos ameaçadores, envolvido por uma densa neblina. Há quase cem anos a rainha dos vampiros foi sequestrada e seu marido, Milosh, desde então busca incessantemente encontrá-la. O tempo é escasso e as autoridades do Conselho desejam eleger um rei cruel em seu lugar. Na tentativa de tardar a mudança, ele se une à maior inimiga da rainha. Qualquer erro pode condená-lo à morte e subjugar todos os seus iguais. Ellene e Milosh mal sabem que aquilo que buscam os colocará frente a frente, em uma trama de intrigas, poder, amor e ódio.
          Para deixá-los um pouco mais curiosos e ambientados, primeiramente vamos assistir ao book trailer!



         Começamos sendo introduzidos como é organizada a hierarquia dos seres da noite, mais conhecidos como vampiros. São geridos através da monarquia e a atual rainha é a Elizabeth III (a Liss para os mais íntimos). Sabemos também de algumas leis que regem os tais filhos da noite. Enquanto somos apresentados a esse mundo, também nos é dada a informação de que a Liss fora sequestrada.

"Em paralelo, havia um pequeno grupo que não concordava com as leis. Com o passar dos séculos, esse grupo conseguia cada vez mais seguidores, portanto, o que era minoria ganhou massa e número. Souberam que vampiros possuíam habilidades secretas e esconderam essa descoberta muito bem. Foi assim que conseguiram sequestrar a rainha Elizabeth III, surpreendendo os guardiões e até Milosh, um dos vampiros mais poderosos."

          Uma das leis vigentes é a de que caso sejam completados cem anos de seu desaparecimento, um novo líder deve ser escolhido. Isso tem gerado muitos problemas tanto para a raça quanto para Milosh Vasille, esposo de Elizabeth e também seu guardião que corre contra o tempo para descobrir o responsável pelo sequestro de sua rainha amada e ainda precisa enfrentar e conter grupos de vampiros que rebelam-se e desobedecem as regras com a ausência de sua monarca.

"Milosh estava empenhado em encontrá-la antes que fosse necessário eleger um sucessor, tanto para que seu mundo se reorganizasse, como para rever a única mulher que amou em sua vida imortal, mas precisava correr contra o tempo."

          Milosh precisará mais do que nunca concentrar-se em seus objetivos e prestar atenção aos mínimos detalhes que o cercam para tentar desvendar esse e outros mistérios que irão surgir no desenrolar dos fatos. Um deles é tentar entender alguns sonhos que o perseguem e também conversas telepáticas que mantêm com Elizabeth que, ora parece estar lúcida e ser quem é, ora confunde-o parecendo até mesmo outra pessoa.

"As conversas eram o único bálsamo para ele, pois o certificavam de que ela continuava viva. Porém, o intervalo entre um contato e outro ficou cada vez mais extenso e quanto mais o tempo passava, mais ele se angustiava por não encontrá-la. O assunto, contudo, se tornava cada vez mais estranho, incerto e confuso."

          Conhecemos também Ellene que é uma jovem adotada aparentando ter 18 anos que mora com seus, Dulce e José, e seus dois irmãos sendo o mais velho Jacó e o mais novo Vinny. Vivem em uma comunidade em São Paulo que abriga lobisomens. Ellene sempre sentiu-se diferente e tardou bastante a demonstrar alguns dons divergentes dos "normais" para a raça e mesmo com a idade já avançada ainda não havia sofrido sua primeira transformação em loba.

"- Eu sei, mas... preciso entender porque não virei loba ainda. Quero uivar para lua! Aurrrrrrr! - brincou, tentando amenizar a expressão dura do irmão."

          Ellene  que estava se sentindo cada vez mais deslocada juntamente com seu melhor amigo Tomás iniciam uma árdua tarefa de tentarem descobrir porque a garota era tão diferente dos demais. Seus pais nunca conseguiram suprir suas dúvidas por causa de sua origem e vivia constantemente perturbada com um pesadelo recorrente, precisava encontrar as respostas para entender a si mesma e o fez através de uma única pista que tinha de seu passado: um relicário. Embarcaram em uma busca arriscada e será mesmo que estavam preparados para o que viria a seguir? Isso fará com que o destino de Ellene e Milosh cruzem-se de forma avassaladora. Preparem-se pois o que virá está longe de ser um mero acaso.

"Nada mais fazia sentido e, se estava confuso antes, agora estava mais ainda. Heidy aparentemente o traiu. Elizabeth estava perdida no mundo e sonhava com uma completa estranha que se dizia um lobo. O cansaço começava a dominar seu corpo. Milosh caminhou devagar até os bancos, sentindo o olhar de Ellene pesando sobre ele."

         A obra é narrada em terceira pessoa, girando em torno dos personagens Ellene e Milosh e nos apresentando gradativamente outras personagens chaves para todo o desenvolvimento da trama, que por sinal é muito bem construída e nos mostra detalhadamente, porém sem tornar-se cansativo ou enfadonho, os costumes de ambas as raças das quais o livro aborda.
         Cada personagem apresenta sua particularidade e é construído de forma a tornar-se único e muito bem explanado. Ellene acaba sendo um tanto ingênua e meio lerdinha para entender o que está acontecendo à sua volta, o que a deixa cada vez mais confusa. Já Milosh é, creio eu, um dos vampiros mais encantadores e apaixonantes que pude conhecer. A autora inspirou-se na saga de Crepúsculo ao criar sua obra, mas eu fiquei tremendamente feliz que aqui não temos vampiros brilhantes ao contato com o sol e sim que se queimam e definham até as cinzas quando expostos (obrigada por isso Mari!!!). Lembrando para quem esquecer que inspiração não é cópia, plágio ou falta de criatividade ou originalidade e sim uma forma de embasamento criando a partir de então uma obra única mas com algumas semelhanças sutis.
         Mais uma vez fui fisgada pela escrita cativante e prazerosa da Mari e também surpreendida com a forma que ela desenvolveu cada capítulo de modo que manteve a curiosidade de desvendar os mistérios que surgiam e ansiava por mais a cada linha lida. Simplesmente não tem como não indicar a leitura aos amantes de uma bela fantasia sobrenatural que queiram conhecer as singularidades de duas raças que foram feitas para odiarem-se mas que serão postas à prova com informações que serão reveladas.
        Ahh já ia me esquecendo de um detalhe que me agradou muito: a obra é ambientada no Brasil!! Isso mesmo minha gente, em sua grande maioria na capital paulista. Fiquei tão feliz porque é incrível imaginar todas as cenas que foram desenvolvidas na Sé, Teatro Municipal e alguns outros pelo fato de conhecer todos esses lugares. Para mim, deu um toque a mais em tudo!
        Já conheciam a obra? Gostam de fantasia sobrenatural? Acham que vampiros devem virar cinzas (risos) ao invés de brilharem ao sol? Preparem-se porque em breve trago a resenha do segundo volume!

Bjux e até a próxima Descontrolados!

39 comentários:

  1. Uma das minhas maiores felicidades foi ter conseguido ambientar essa e outras obras, no Brasil! Adoro ler quando as tramas acontecem por aqui, porque posso passar por aqueles lugares e imaginar os personagens ali. Obrigada pela resenha incrível, por ter curtido e ainda compartilhado conosco! Espero que se surpreenda com os demais volumes.
    Beijocas, Mari

    ResponderExcluir
  2. Já li inúmeras resenhas desse livro, e conheci a Mari na bienal do livro, todo ano em SP ela participa, tenho foto com ela e tudo. Mas não li nenhuma de suas obras ainda, por falta de tempo mesmo, adorei sua resenha, já seguia seu blog!

    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia essa obra e nem a autora,mas fiquei bastante intrigada e interessada no livro, todos os meus autores parceiros tem livros maravilhosos e acho que tem muita gente com preconceito por ser autores brasileiros e que nem sabem ele que são leituras maravilhosas.

    Amei a sua resenha e vou trás para ler, porque realmente me interessou.

    Beijo da Jhenny

    http://sussurrandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Hey, Michele!

    Menina, eu não me lembro de quando foi a última vez em que li um livro sobre vampiros. Mas, pra ser sincera, já estou bem enjoada desse tema e pretendo ainda ficar mais um longo tempo sem ler.
    Lendo sua resenha eu percebi o quanto você gostou do livro e o quanto o recomenda, mas, mesmo assim, vou deixar passar a dica.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da história de fantasia sobrenatural histórias de vampiros são sempre empolgantes, o livro parece ser bom. Já ouvi falar do livro muito bem com comentários positivos, muito legal saber que a obra é ambientada no Brasil e em São Paulo curti muito, bjs.

    ResponderExcluir
  6. Nossaaaaa, eu tenho esse livro em casa e não li ainda, agora quero ler desesperadamente, sua resenha me deixou com muita vontade. Parece muito bom, amo crepúsculo e adorei saber que ela se inspirou nele.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser encantador, segue um gênero que eu gosto bastante. Sua resenha está maravilhosa, dá para ter uma boa noção do que esperar do livro. Os personagens parecem bem construído, adorei conhecer mais dessa obra quee até então eu não sabia nada. bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eu amo fantasias sobrenaturais e tenho muita vontade de ler algum livro da Mari. Sempre leio elogios sobre eles! Fiquei muito curiosa com Híbrida, faz tempo que não leio uma boa história com vampiros e lobisomens. Com a moda que teve, eles acabaram se tornando clichês. Não parece ser esse o caso e espero que eu possa ler e gostar tanto quanto você. :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu amo essa série e estou louca para ter o último volume nas mãos. Gostei da sua resenha e de saber que a obra lhe agradou. Esse livro é mesmo muito bom, como todos os livros da autora.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom? (:
    Nunca li nada da autora, mas tenho muita vontade, ela é muito bem elogiada! Essa premissa é bem atrativa, adoro histórias com vampiros e parece que o universo foi bem construído ai, gostei dos personagens citados.. enfim amei sua resenha, me conquistou!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: https://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
  11. MANO li toda a resenha pensando "que capa maravilhosa" e terminei o livro pensando "que capa maravilhosa" e quero demais leeer agora❤️

    Blogdabeattriz.com

    ResponderExcluir
  12. bem intenso, gosto desse tipo de livro vou ler com certeza

    ResponderExcluir
  13. Um dos meus gêneros prediletos é a fantasia, com lobisomens e vaporosos então... A única decepção foi mesmo com Crepúsculo kkkk
    Ambientada aqui no Brasil???? Simplesmente incrível! Não conhecia essa obra e sempre tive curiosidade de saber como seria algo do tipo aqui no Brasil, com certeza vai dar para viver dentro do livro! Quero desvendar os tais mistérios!!!
    Abraços 😊

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Eu curto literatura fantástica e sobrenatural, eu não conhecia esse livro Híbrida - Neblina e Escuridão. Achei interessante ser ambientada no Brasil e a premissa é legal. Vou pesquisar mais sobre o livro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Olá, confesso que não sou fã do gênero, mas sempre ouvi falar super bem da escrita da autora. Gostaria de conhecer seu trabalho, mas não sei se o faria por essa série. Adoro o fato de ser ambientada no Brasil. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oii, tudo bem?
    Conheço a autora, mas ainda não li nada dela. Adoro livros com fantasia sobrenatural e sua empolgação me deixou bem animada, espero gostar tanto quanto vc, já que eu não curto muito livros sobre vampiros, acho o tema meio "clichê", mas vou anotar a dica. Beijo.

    ResponderExcluir
  17. Muito boa a resenha e obra realmente envolvente...não conhecia a história mas me encantei com a forma como a descreveu...me deixou curiosa por ler mais bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi Michele!
    Amei conhecer esse livro reúne tudo que eu gosto em um livro, crueldade, ódio e com certeza há um suspense nessa trama ( e ainda se passa no Brasil) Isso já faz a diferença, toda a diferença para eu querer ler. Já anotadinho rs
    Bjs
    Parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
  19. Não conheço a autora nem o livro, mas achei muito interessante, adoro este tipo de livros e series em volta deste género ;)

    beijinhoooos,

    https://nomundodeumamulher.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde, como vai? Confesso que ainda nao conhecia esse livro, mas agora que li a sua resenha fiquei totalmente encantada com a história dele. Confesso que nao é o meu tipo de genero preferido, mas confesso que ja me supernde. beijos

    ResponderExcluir
  21. Olá Michele, tudo bem?
    Mão conhecia o livro, nem a autora, mas gostei da história e a capa é linda. Gosto muito de fantasia, porém faz tempo que não leio um livro assim, então obrigada pela indicação. Também vejo poucas histórias ambientadas por aqui, achei bem legal.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi Michele eu tenho bastante curiosidade para ler essa série mesmo. Gosto muito dos livros da Mari e quem sabe esse seja um dos livros que estou precisando para voltar a ler normalmente, dica anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Olá
    ouço falar bastante da autora há um bom tempo mas nunca cheguei a ter curiosidade em ler pois não sou muito fã de fantasia, ainda assim, vejo que ela parece ser muito talentosa. Parabéns pela resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Já ouvi falar da obra, mas não com tanta riqueza! Gente, me interessei demais. A história é muito interessante e eu não sabia que ela era ambientada aqui no Brasil, ainda mais tendo palco minha amada São Paulo, isso me cativou muito! Tenho gostado bastante de histórias do gênero e com certeza vou dar uma chance para esse livro urgentemente. Adorei sua resenha, excelente como sempre

    ResponderExcluir
  25. Já vi algumas resenhas sobre esse livro mas confesso que não é uma leitura que me atraia muito, apesar de achar a capa linda, então deixarei a dica passar dessa vez, mas obrigada de qualquer forma.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Olá
    Nossa estou vendo várias resenhas dos livros da Mari pelos blogs e fico muito feliz com isso. Eu adoro livros sobrenaturais, mas não gosto muito quando é história de casais, prefiro quando tem mais suspense ou terror, mas de vez em quando eu leio um romance e estou cada vez mais curiosa com os livros da autora.

    ResponderExcluir
  27. ola tudo bem ? Não é o tipo de leitura que faço normalmente , mais sua resenha me deixou comuma pitada de curiosidade , vou cair nos encantos do terror . Bjsss

    ResponderExcluir
  28. Adorei a resenha, não conhecia esse livro mais gostei bastante da sua resenha, anotei na minha listinha de livros pra ler e esse com certeza. Sucesso, beijos

    ResponderExcluir
  29. Amei sua resenha, já quero ler :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro e a autora, mas gostei muito da sua resenha! Também tenho um blog literário e com certeza irei ler esse livro.

    ResponderExcluir
  31. Ellen teve uma vida agitada, eu não conhecia o livro nem o autora, o enredo do livro ... Ellen descobre que ela é adotada e busca seu passado com certeza irá descobrir a sua origens surpreendentes para Ellene.

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Não conheço a obra e nem a autora, mas estou a achar bem interessante a descrição que nos deixou aqui sobre a mesma... E além do mais, a capa está muito bem conseguida. Vou pesquisar por cá, a ver se encontro. ;)

    ResponderExcluir
  33. Oi
    Eu não conhecia esse livro, mas amei e ja quero ler, li sua resenha imaginando como será o livro inteiro!
    Quero muito ❤

    ResponderExcluir
  34. Adorei a sua resenha! Meu gênero preferido é suspense/terror, mas sua resenha me fez sentir muita vontade de ler o livro, sobretudo por saber que um enredo com vampiros foi ambientado aqui no Brasil! Gratidão! Abraços!

    ResponderExcluir
  35. Olha adoro histórias de vampiros, só não gosto dos que brilham kkkkkkk
    Adorei o trailer e com a sua resenha fiquei ainda mais curiosa pela história e ainda mais toda ambientada aqui em SP.
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Oi, tudo bem? Que enredo mais incrível hein. Ainda não conhecia a autora mas já entendi porque você gostou tanto. A história é envolvente e nos deixa bem curiosos para saber o que acontecerá depois. O book trailer só aumenta ainda mais a vontade de acompanhar a obra. Sua resenha ficou ótima. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  37. Oi Michele, tudo bem?

    Sempre vejo as pessoas elogiando muito a escrita da Mari e tenho muita vontade de conhecer, pois ela flutua nos maia diversos gêneros e pelos comentários que escutei, com grande maestria.
    Já gostei do fato do livro ser ambientado no Brasil, pois é un grande diferencial. Ter foco em vampiros e lobisomens?! Meu fraco! Já quero conhecer o quanto antes. Adorei a resenha !

    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Mari Scott é uma autora que tem uma escrita maravilhosa, eu adoro ver como ela consegue navegar muito bem em diferentes gêneros.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  39. OKAY...QUERO LER LO! Es necesario, la verdad es que la portada está de rechupete y la sinopsis me encantó. Es una lastima que no pueda conseguirlo en físico :( pero por lo menos lo leeré para calmar mis ansias de curiosidad.
    Nos leemos,
    MAR

    ResponderExcluir