quinta-feira, 14 de setembro de 2017

[Semana Especial - 4º Dia] Será que é você? - Malu Simões

Descontrolados,

          Está quase no fim (buáááá) da SEMANA ESPECIAL: SERÁ QUE É VOCÊ com a autora Malu SimõesHoje é dia de um papo entre os blogueiros mais lindos com a autora mais querida! Venham conferir nossa entrevista coletiva e conhecer um pouco mais sobre essa autora encantadora!


PERGUNTAS DOS BLOGUEIROS PARCEIROS DA MALU:

1 - O que te motiva a escrever e continuar escrevendo, tendo em vista o quão precária é a literatura nacional em termos de apoio, divulgação e até mesmo leitores (muitos leitores têm preconceitos contra livros nacionais)? - Nathalie Louzada – Blog Curaleitura

Resposta Malu:
 Oi Nathalie! Quando estou escrevendo eu me transporto para outro mundo que vai se desenhando em minha mente, um mundo em que me vejo ali visualizando as cenas que vão sendo escritas e até sentindo as emoções dos personagens... Ah! É um prazer sem igual esse turbilhão de emoções. Isso me motiva porque faço o que gosto.
2 - A personagem Mia apresenta características bem fortes e únicas. Você se inspirou em alguém conhecido ou em si mesma para criar sua personalidade? - Michele Lopez – Blog Leitura Descontrolada. 

Resposta Malu
Bom... Tenho uma personalidade mais semelhante à da Lauren, mais doce, porém decidida. A Mia tem um pouco de mim, quando luta pelo que quer, um pouco de uma amiga minha que tem um linguajar mais solto, um pouco de uma idealização que eu mesma criei para a personalidade de uma estilista. Rsrsrs. Um misto de jeitos e trejeitos. Mas eu propus uma personagem irreverente e que buscasse o seu autoconhecimento e amadurecimento no decorrer da história.
 
3 - Se você pudesse passar uma tarde com o seu autor ou autora favorita quem seria? E qual seria a primeira pergunta que você faria? -  Tatiane Carneiro de Souza – Blog Tati C Souza. 

Resposta Malu
 Oi Tati! Nacional seriam tantos... Cada um no seu gênero. Mas internacional, gosto da escrita da Nora Roberts. Ela é uma máquina de escrever. Rsrsrs. E a questionaria quais são as suas maiores fontes de inspiração. Ela já escreveu, nada mais nada menos, que 160 histórias.
4 - O que lhe motivou a escrever/ser escritora?? - Aninha Vasconcelos – Canal Tesouros da Anny. 

Resposta Malu:
 Ah Aninha! Sempre li um livro atrás do outro desde pequena. Adorava José de Alencar na adolescência. Então sempre achei que escrever era no estilo clássico. Até que numa viagem que fiz, comprei um livro no aeroporto, Do seu lado de Fernanda Saadi .Era escrito numa linguagem simples e uma história envolvente. Como já tinha várias histórias em minha mente, resolvi passar para o papel várias delas num momento só meu. Até que encaminhei para as editoras e fui aceita pela Arwen. Posso afirmar também que a rotina literária da minha mãe me incentivou muito.
5 - Qual a maior dificuldade que você encontrou no mundo literário? Qual o conselho você daria a quem está começando?- Gilvana Rocha – Blog Livros em Retalhos. 

Resposta Malu
A primeira dificuldade foi escrever de forma menos formal. Treinei muito, escrevendo é claro. E li muitos livros de autores nacionais e internacionais para "pegar o jeito". Mas a maior dificuldade é realmente ser aceita por uma editora quando é a primeira vez que estamoa publicando uma história. Conselho que eu daria? Ser perseverante no seu objetivo, ter humildade para ouvir os conselhos de profissionais gabaritados da área literária e avaliar qual o melhor caminho a seguir.
6 - Como é o processo de criança dos seus personagens?- Suzana Linhares – Blog Entre Livros e Pergaminhos. 

Resposta Malu:
 Primeiro penso na história como um todo: início, meio e fim. Depois, de acordo com o enredo, vou traçando o perfil dos personagens. Alguns surgem no meio do caminho da escrita, quando traço um desvio do roteiro inicial.
 
7 - Possui novos projetos em andamento? E projeto futuro tem algum em mente ou que possa nos adiantar? – Nuccia De Cicco – Blog 1001 Nuccias. 

Resposta Malu:
 Oi Nuccia! Tudo bem? Prazer falar com você aqui. Ah, tenho novos projetos sim. Uma história já está em processo de revisão para ser publicada no ano que vem. Esse é o plano inicial. Depois que cheguei de férias agora em julho, com mais algumas ideias novas em mente, eu comecei a escrever um conto que pretendo publicar até no final deste ano. Beijinhos
 
8 - Se fosse você no lugar da Mia, você escolheria o amor do passado ou tentaria o novo? – Rackel Aguiar – Blog Click Literário. 

Resposta Malu:
 Hummmm! Rsrsrs. Pergunta capiciosa. Eu posso acabar dando um spoiler da história. Será que a Mia encontra outra cara que a complete? Se fosse eu no lugar dela, avaliaria qual homem acrescentaria mais em minha felicidade. Veja bem: felicidade para Mia não basta o amor. É alguém que a respeite e a valorize.
9 - Você costuma ter algum macete ou segue algum cronograma para que a escrita flua? – Juliana Lima – Blog Fabulônica. 

Resposta Malu:
 Oi Juju! Faço um roteiro de no máximo duas páginas com frases curtas e sequenciais do enredo da história. Mas durante a escrita algumas ideias iniciais podem mudar.
10 - Nos tempos de escola, havia algum professor (a) de Língua Portuguesa que despertou o seu gosto pela leitura ou o incentivo maior veio de casa? -  Milena Nones – Blog Álbum de Leitura. 

Resposta Malu:
 
 Oi Milena! A minha mãe era professora. A minha tia também. Hoje em dia, tenho dois primos professores universitários federais do curso de letras. Nem sei por qual motivo segui a linha administrativa. Acho que por influência do meu pai. Mas a minha maior influência literária foi da minha mãe.  
           Espero que estejam gostando de acompanhar as postagens dessa semana maravilhosa. Amanhã teremos o encerramento de uma maneira muito especial, por isso não deixe de fazer aquela visitinha por aqui!

Bjux e até a próxima Descontrolados!

3 comentários:

  1. Acho bem interessante esse tipo de post e saber dos projetos de autores e tudo mais, espero acompanhar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista, a autora é bem simpática! Isso de aprender a escrever de forma menos formal deve ser uma parte complicada mesmo, as pessoas frisam tanto que temos que escrever com formalidade que deve ser difícil aceitar que às vezes outra forma é necessária... Rs... A motivação dela é a melhor, fazer o que se gosta é algo incrível e sem preço.

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?
    Não conhecia a autora mas adorei conhece-lá nessa entrevista, irei tentar acompanhar esses dias.

    Beijos

    ResponderExcluir